Terça-feira, 26 de Agosto de 2008

Diabatz - entrevista

 

Baby Rebbel na guitarra e vocal, Cláudia Smith no baixo e Clau Sweet Zombie na batera, As Diabatz são a nova promessa do psychobilly no Bchamar atenção de todos com o seu psychobilly  influenciado pelas bandas clássicas de '80...

Podem ouvir o CD demo "Witches Stomp" completo no seu myspace. São quatro faixas que duram, ao todo, oito minutos.

 

"A entrevista a seguir foi realizada por Vladimir Urban:

 

1- Fale um pouco sobre a banda, como que ela surgiu, quem teve a idéia, como que foi o esquema de montar uma banda só com integrantes mulheres.

 

As Diabatz surgiu da nossa vontade de montar uma banda psycho de garotas, algo novo e inusitado na cena psychobilly brasileira.
Já nos conhecíamos dos shows, a Carol tocava no Rising Scum e já tocou em outras bandas, a Clau também já tocou batera em outra banda, então começamos a conversar pelo fórum psychobilly brasileiro, como a Cláudia nunca tinha tocado e ainda estava aprendendo a tocar o baixo demoramos mais para começar, mas depois de algumas conversas nos botecos e incentivo de amigos começamos a ensaiar.

 

2- Vocês fazem um psychobilly bem clássico, percebo bastante influencia do The Meteors, Dypsomaniacs, Torment, e inclusive vcs fazem versões destas bandas. O que levou vocês a fazer este psychobilly mais clássico?

 

A escolha pelo psychobilly clássico é uma coisa mais de gosto pessoal nosso, e também pelo fato de não ter muitas bandas nesse estilo por aqui, já que as bandas mais novas gostam de sempre inovar com algo diferente, nós decidimos fazer o que é mais clássico, nada de novo, só o bom e velho psychobilly.

 

3- A demo de vocês foi bem elogiada não só na cena brasileira mas também internacionalmente, como que estão os contatos? Ja podemos aguardar um álbum das Diabatz em breve?

 

Nós estamos em contato com várias pessoas de todo mundo, todos os dias tem gente nova adicionando no myspace e querendo ver a gente tocar, mas por enquanto nenhuma proposta para lançamento de um álbum.

 

4- Como que vocês estão vendo a cena em Curitiba? e no Brasil?

 

A cena psycho em Curitiba só fica forte quando tem algum festival ou show grande. Apesar de termos grandes bandas aqui, geralmente quem vai aos shows de finais de semana é uma galera que curte rock em geral, não só psychobilly. Podemos dizer que existe uma cena underground forte, mas psychobilly mesmo dá pra contar nos dedos.
No Brasil vemos que a cena psycho vem crescendo a cada dia, graças a Internet e as bandas novas que estão surgindo. Apesar da cena psychobilly se concentrar em 3 ou 4 cidades, já é possível para algumas bandas tocar em lugares bem distantes desses focos.

 

5- O que o Público que ainda não conhece As Diabatz pode esperar deste show no Psycho Carnival? Se quiserem deixar algum recado, fiquem a vontade!

 

Não prometemos uma super performance, até porque será nosso 3° ou 4° show, mas pretendemos estar bem preparadas para mostrar o que sabemos fazer, que é um psychobilly simples, mas verdadeiro.

 

Então, valeu pela força galera e nos vemos no Jokers com cerveja!!!"

 

—————————————————————————————————-http://www.myspace.com/asdiabatz

 

tags:

publicado por Ed Punk&Destroy às 16:42
link do post | comentar | favorito
|

•quem sou?

•pesquisar

 

•Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


•posts recentes

Até um dia!!!!!

Punk & Destroy (Venda de ...

Frágil é o convidado do B...

Festival Efeito Borboleta...

agenda...

armazem do chã!!!!

party!!!!

ROBERT NESTA MARLEY!

Sizo no armazem...

Allnighter!!!

agenda dia 8 janeiro...

Agenda!!!

João Filipe + Gustavo Cos...

Dezembro 2009.

Legendary Tigerman

•últ. comentários

meus caros,Sobre a génese do punk em Portugal, do ...
https://www.facebook.com/SIStema.drunk.punx
Pelos posts que tenho lido aqui no teu blogue, rep...
Ok mas aprende a escrever.
Since Aniston debuted this style as the character ...

•links

•tags

todas as tags